Follow by Email

Translate

sábado, 21 de março de 2015

Estou repetindo um texto publicado neste blog em 26/11/2009: 
"Depoimento de uma senhora que teve sua casa completamente derrubada por violentos ventos no interior do Estado do Rio Grande do Sul, em 25/11/09: "...apareceu o vento, veio o ar quente e daí a casa foi toda destruída".
Este testemunho confirma que em furacões e tornados há a presença de ar (muito) quente, cujo calor não é de origem natural". 
Vejam mais explicações em outros artigos deste blog. E tenho outro trunfo que valida e confirma ainda mais as descobertas que tenho feito sobre tais eventos, além de que também posso calcular as suas velocidades do vento.